Para que não reconheça que somos burros